segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

Na minha opinião os videos dos momentos mais altos da noite dos Oscares!

Hugh Jackman - inicio do espectáculo

video

Hugh Jackman, Beyonce e elenco do High School Musical e Mama Mia

video

Imagens do Robert Pattinson ao longo da noite dos Oscares

video

NOTA: Estes videos encontram-se todos no youtube mas, por razões que desconheço hoje não consigo incorporar aqui os videos. Aqui ficam eles noutro formato!

O Meu Pé de Laranja Lima - Teatro Politeama





Ontem fui ver a peça: «O Meu Pé de Laranja Lima» ao teatro Politeama!




ADOREI … apesar de achar que tem umas cenas um pouco fortes para os mais pequenos, e outras que fazem chorar as pedras da calçada, tem momentos de pura gargalhada!


Temos excelentes actores em cima do palco como o David Ventura, Nuno Guerreiro, André Lacerda, Manoela Amaral … entre muitos outros! Uma peça altamente recomendável! Uma tarde muito bem passada!

Informação sobre o espectáculo:


A partir da célebre narrativa de José Mauro de Vasconcelos "Meu Pé de Laranja Lima", o Teatro Politeama vai apresentar um espectáculo dedicado ao seu público infanto-juvenil que há vários anos assiste a espectáculos de alta qualidade artística dedicado às crianças, que são vistos por milhares de alunos dos estabelecimentos de ensino de todo o nosso país.

"Meu Pé de Laranja Lima" é uma das mais belas narrativas escritas em Língua Portuguesa, eterna e universal. É uma viagem ao mundo da infância e da ternura que comove pela sua simplicidade e ironia. "Meu Pé Laranja Lima" é uma referência da literatura luso-brasileira, uma história inesquecível e bela que nos prende com a atenção duma criança, com as asas da imaginação e a doçura da ingenuidade. O segredo de "Meu Pé de Laranja Lima" é a simplicidade. É nela que o jovem espectador irá viajar. Foi com emoção e ternura que José Mauro Vasconcelos criou o seu "Pé de Laranja Lima", com um coração grande e rico, para quem "a vida sem ternura não vale nada". Será com a alma limpa e clara, como os olhos puros da infância, que iremos conhecer um menino de seis anos, pobre, sensível e carente chamado Zézé que encontra no seu Pé de Laranja Lima, perdido na vegetação do quintal da sua casa, o afecto que a humanidade lhe tinha negado.

Neste espectáculo os jovens espectadores irão apaixonar-se por esse menino, tenta-lo conhecer melhor, tal e qual como ele irá descobrir o mistério da vida, aprendendo coisas novas, novas palavras, novas sensações em deslumbrantes experiências.

"Meu Pé Laranja Lima" é um espectáculo feito com o coração repleto de inocência e ternura, e uma lição inesquecível para todas as crianças e adultos.

Horários:
Para establecimentos de ensino
Terça a Sexta pelas 11h00 e às 14h00

Para Publico em geral:
Sábado e Domingo pelas 15h00
Preçário:
1ª Plateia: 12.5€
1ªTribuna: 12.5€
2ª Plateia: 10€
2ª Tribuna: 10€
Balcão: 7.5€


Fonte e mais informações em: http://www.teatropoliteama.pt/politeama/artigo.asp?cod_artigo=428

A NOITE DOS OSCARES!!!!


« Quem Quer Ser Bilionário?», Sean Penn e Kate Winslet triunfam nos Óscares


«Quem Quer Ser Bilionário?», Sean Penn e Kate Winslet foram os grandes vencedores da cerimónia dos Óscares, que regressou ao seu esplendor de outrora graças aos elaborados números musicais protagonizados pelo carismático anfitrião Hugh Jackman.





O que há a dizer do anfitrião??? Ohhh my god ... Hugh Jackman was AMAZING ... what a man! :)



Olha aqui também o Robert Pattinson ... o nosso Edward Cullen de Twilight! Lindoooo ....


Desenvolvimento:

Foram nada menos que oito Óscares a premiar «Quem Quer Ser Bilionário?», o pequeno filme independente rodado na Índia que se alcandorou à altura das «majors» e roubou o protagonismo da festa às fitas dos grandes estúdios.

Além dos troféus de Melhor Filme e Melhor Realizador, para Danny Boyle, a fita conquistou os troféus de Melhor Argumento Adaptado, Melhor Banda Sonora Original, Melhor Canção Original (para «Jai Ho»), Melhor Som, Melhor Montagem e Melhor Fotografia.

Todo o elenco do filme esteve presente para celebrar a vitória, incluindo os garotos que interpretam os protagonistas da fita em crianças.

Para trás ficou a película mais nomeada da noite, «O Estranho Caso de Benjamin Button», que deixou sabor a derrota apesar dos três Óscares que conquistou, para Melhor Caracterização, Melhor Direcção Artística e Melhores Efeitos Visuais.

A cerimónia foi marcada pela prestação espectacular do novo anfitrião, Hugh Jackman, cuja tónica transitou do humor, o sinal mais característico de quem desempenhava estas funções, para uma vertente mais musical, fazendo a cerimónia regressar aos números mais elaborados que outrora a caracterizavam.

Logo a abrir, Jackman, actor e cantor de créditos firmados nos palcos de teatro internacionais, fez uma delirante e enérgica paródia cantada aos filmes nomeados que mereceu uma ovação de pé por parte da assistência.

E a meio do espectáculo, proclamou o regresso do musical com um número extravagante coreografado por Baz Luhrmann, em que fez desfilar algumas das canções mais célebres do cinema na companhia de Beyoncé e dos jovens casais que brilharam em «High School Musical» e «Mamma Mia».



A estrutura da cerimónia também foi um pouco diferente, com elaborados cenários referentes a cada categoria, com cada uma das mais técnicas a serem apresentadas na ordem correspondente à da feitura de um filme, começando com os troféus de argumento e concluindo no da montagem.
Também diferente foi a forma de apresentar os Óscares nas quatro categorias de interpretação: em vez de ser o actor que venceu o troféu no ano anterior a apresentá-lo na respectiva categoria para o sexo oposto, foram cinco intérpretes que já ganharam esse galardão no passado a apresentá-lo, com, um discurso pessoal dedicado a cada um dos nomeados.

O «star power» foi, portanto, bastante aumentado: por exemplo, a categoria de Melhor Actor foi apresentada por Robert De Niro, Michael Douglas, Adrien Brody, Anthony Hopkins e Ben Kingsley.

E numa cerimónia em que os discursos tiveram mais riqueza e sentimento que o habitual, foram precisamente os dos actores que mais comoveram.

Kate Winslet, finalmente premiada como Melhor Actriz após quatro nomeações sem sucesso, não conseguiu evitar as lágrimas, tal como Penélope Cruz, inesperadamente galardoada como Melhor Actriz Secundária por «Vicky Cristina Barcelona», não se esquecendo de dizer algumas frases em castelhano no agradecimento a Espanha.

Previsivelmente, a atribuição do Óscar de Melhor Actor Secundário ao falecido Heath Ledger por «O Cavaleiro das Trevas» deixou a sala com os olhos rasos de lágrimas, com o agradecimento sentido dos pais e da irmã.

Finalmente, Sean Penn, vencedor do Óscar de Melhor Actor pelo papel de activista gay que interpretou em «Milk», arrancou o discurso com um «you commie, homo-loving sons of guns» antes de fazer o discurso político da noite, defendendo a plenitude de direitos para os homossexuais, mas não deixando de saudar o regresso do seu «irmão» Mickey Rourke.

De resto, se «Wall.E» ganhou sem surpresas o Óscar de Melhor Longa-Metragem de Animação, o filme japonês «Departures» surpreendeu toda a gente ao levar para casa o Óscar de Melhor Filme Estrangeiro.

Também surpreendente foi ainda a ovação esmagadora recebida por Jerry Lewis ao receber o Jean Hersholt Humanitarian Award, que premeia nominalmente as suas muitas acções de beneficência em prol da luta contra a distrofia muscular, mas que na prática, como todos perceberam, distingue a importantíssima carreira no cinema de um humorista que nunca tinha sido sequer nomeado.

Todos os vencedores:
Veja aqui a lista completa de vencedores da 81ª cerimónia de entrega dos Óscares de Hollywood

Desenvolvimento

Melhor Realizador
Danny Boyle por «Quem Quer Ser Bilionário»
Melhor Actor
Sean Penn por «Milk»
Melhor Actriz
Kate Winslet por «O Leitor»

Melhor Actor Secundário
Heath Ledger por «O Cavaleiro das Trevas»

Melhor Actriz Secundária
Penélope Cruz por «Vicky Cristina Barcelona»
Melhor Longa-Metragem de Animação
«Wall.E»

Melhor Argumento Original
«Milk», de Dustin Lance Black

Melhor Argumento Adaptado
«Quem Quer Ser Bilionário», de Simon Beaufoy

Melhor Filme de Língua Estrangeira
«Departures», de Yojiro Takita (Japão)

Melhor Direcção Artística
«O Estranho Caso de Benjamin Button», de Donald Graham Burke e Victor J. Zolfo

Melhor Fotografia
«Quem Quer Ser Bilionário», de Anthony Dod Mantle

Melhor Guarda-Roupa
«A Duquesa», de Michael O'Connor

Melhor Montagem
«Quem Quer Ser Bilionário», de Chris Deakins

Melhor Caracterização
«O Estranho Caso de Benjamin Button», Grag Cannom

Melhor Banda Sonora Original
«Quem Quer Ser Bilionário», de A.R. Rahman

Melhor Canção Original
«Jai Ho» (música de A.R. Rahman; letra de Gulzar), de «Quem Quer Ser Bilionário»

Melhor Efeitos Sonoros
«Quem Quer Ser Bilionário», de Tom Sayers

Melhor Som
«O Cavaleiro das Trevas», de Lora Hirschberg, Gary Rizzo e Ed Novick

Melhor Efeitos Visuais
«O Estranho Caso de Benjamin Button», de Eric Barba, Steve Preeg, Burt Dalton e Craig Barron

Melhor Documentário de Longa-Metragem
«Homem no Arame», de James Marsh e Simon Chinn

Melhor Documentário de Curta-Metragem
«Smile Pinki», de Megan Mylan

Melhor Curta-Metragem de Animação
«La Maison en Petit Cubes», de Kunio Kato

Melhor Curta-Metragem de Imagem Real
«Spielzeugland» («Toyland»), de Jochen Alexander Freydank

Prémio Humanitário Jean Hersholt
Jerry Lewis


Saibam mais em: http://www.oscar.com/

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Novas criações (peço desculpa pela má qualidade das imagens! Foram tiradas com o tlm!)

ESPERO QUE GOSTEM!


Caixa em madeira para guardar anéis, brincos ...., pintada à mão (cor-de-rosa), e com uma aplicação - borboleta - no fecho. Aplicações de flores várias na tampa superior.




Brincos com cristais Swarovski bordeaux e cinzento.



Brincos com cristais swarovski violetas e roxos, e perola roxa.




Brincos com cristais swarovski bordeaux e flor na ponta.

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Os vários significados do meu nome - CARINA!

CARINA ou KARINA
- do Grego "graciosa, engraçada";
- pessoa com grandes capacidades de minorar confrontos;
- a sua inteligência leva-a mais longe;
- boa ouvinte e grande amiga.
- Elegante e atrevida.
- Emotiva, gosta de desfrutar os riscos da vida.
- Gosta da mudança e da variedade.
Fonte: várias



Concordo com quase toda a descrição do meu nome ....
Sou realmente uma pessoa engraçada mas, muito calma, e que não gosta de discussões, tentando a todo o custo evitá-las.
Considero-me minimamente inteligente lol, e uma óptima ouvinte.
Sou um coração mole e benevolente e tento ser amiga de toda a gente, às vezes até demais e para pessoas que nem merecem mas, só me considero grande amiga de alguém depois de conhecer bem essa pessoa, saber que também é minha amiga, e de ter confiança nela .... coisas que a vida me foi ensinando, nem sempre da melhor maneira!

Elegante e atrevida??? lol Nahhhhhhhhhh Sou muito timida para isso!

Sou emotiva apesar de me conseguir controlar a maior parte das vezes.

Desfrutar os riscos da vida??? Depende! Geralmente tem de ter da minha parte uma decisão ponderada antecipadamente!

Detesto a monotonia e fazer todos os dias a mesma coisa ... sou muito polivalente e imaginativa, por isso gosto da mudança e da variedade ... com limites e ao meu ritmo!

Acho que falta aqui uma caracteristica minha que parece não abrager o significado do meu nome .... SONHADORA/ROMÂNTICA .... e não é pouco!

O resto ... You have to find out!!!!
Quem me conhece minimamente pode dar a sua opinião!

CARINA também é uma constelação!!!!lol

Carina (constelação)



Eta Carinae, (na constelação da Quilha, ou "Carina", em latim), está a 7500 anos-luz da Terra. Uma estrela visível no Hemisfério Sul, mas não no Hemisfério Norte (incluindo Portugal). De tamanho muito grande (100 a 150 vezes a massa do Sol), seu aspecto mais marcante é a variação de seu brilho em várias ordens de magnitude.


Eta Carinae, uma estrela misteriosa ora muito brilhante ora invisível a olho nu.



Resumindo: Carina (Car), a Quilha, é uma constelação do hemisfério celestial sul. O genitivo, usado para formar nomes de estrelas, é Carinae.
As constelações vizinhas são Centaurus, Vela, Puppis, Pictor, Volans, Chamaeleon e Musca.




Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Eta_Carinae

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Mini-série "A vida Privada de Salazar"!

Antes de mais não posso deixar de referir que os corredores exteriores do seminário de "A vida Privada de Salazar" eram os da minha faculdade lol ... a zona de campo não tenho a certeza se seria também!

O Instituto Superior de Agronomia sempre em grande na ficção nacional ... novelas, séries ... como a Floribela, as Chiquititas, os casos da vida, Fascínios, Deixa-me amar ...

Já passaram por lá muitas gravações e gente famosa mas, bem que podia ter tido a sorte de ver o Diogo Morgado vestido de padre!XD Para terem gravado à noite e estar tudo tão calmo e vazio de dia, as filmagens devem ter sido a um fim de semana ou nas férias para não atrapalhar as aulas! :(



Podem ver esta mini-série que tem 180 minutos (dividida em dois episódios de 90’) …. na Sic dia 8 e 9 de Fevereiro por volta das 21:30!

A vida secreta de Salazar, oposto absoluto do pudor, isolamento e austeridade da vida pública.

Afinal Salazar tinha uma vida secreta. Uma vida de paixões.
Já era conhecido o episódio de “flirt” platónico com a francesa Christine Garnier que, no Verão de 1951, veio a Portugal fazer-lhe uma entrevista que deveria durar umas horas e acabou numa longa estada no retiro do Vimeiro.

Mas eram e continuam desconhecidas para o grande público as paixões que Salazar nutriu por outras mulheres.

Esta mini-série resulta do choque entre a narrativa propagandística, que a francesa Christine Garnier popularizou em livro, e as diferentes tramas amorosas protagonizadas pelas outras mulheres cujos corações foram atingidos pela flecha do Cupido de Santa Comba Dão.

Com uma construção dramatúrgica e com valores de produção cinematográficos, “A Vida Privada de Salazar” o que os portugueses nunca até hoje sonharam ver: Salazar tinha, afinal, uma turbulenta vida afectiva.


Podem obter mais informações, vídeos e imagens em:
http://sic.aeiou.pt/online/entretenimento/a-vida-privada-de-salazar/default

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

E ainda dizem que o Natal é dia 25 de Dezembro! lol - um tópico em evolução ... aceitam-se sujestões! :)

SÓ UM AVISO,
as fotos que se seguem são grandes pérolas para a humanidade ... as fotos do ano!
.... MENINAS NÃO SE ESQUEÇAM DE RESPIRAR ...
Sim ... toca a inspirar, expirar, inspirar, expirar!


Para admiradoras de (...) onde eu me incluo :)


Robert Pattinson (Edward Cullen de Twilight)!

Ao olhar para este foto só me lembro da música da Mariah Carey ... "All I Want for christmas is you" ... ;P lol
Jensen Ackles (Dean) e Jared Padalecki (Sam) - Série Supernatural!



E ainda dizem que esta série não é sobrenatural?!

Hugh Jackman!


Paul Walker!




.... pronto ... acabou o Natal deste ano mas, se encontrar mais fotos destas ... o Natal seguinte pode ser já amanhã! lol

Seguindo o conselho dado pela The Star num comentário deste tópico, e ela realmente tem toda a razão .... esta foto do Diogo também é muito digna de estar aqui presente ... porque também existem alguns portugueses muito dignos de serem chamados deuses gregos! :)


Diogo Morgado!


.... olha outro!

Pedro Bargado!

Mais uma sugestão ... a da Estrela ... e muito bem aceite por mim!

Rúben Varela!


Eu não digo que é Natal todos os dias!

Bons sonhos!lol

Fonte: photobucket

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Diogo Morgado na pele de Salazar -> mini-série "A vida privada de Salazar"

As paixões secretas de Oliveira Salazar são o tema de uma mini-série que a SIC vai exibir nos próximos dias 8 e 9 de Fevereiro.

O actor Diogo Morgado veste a pele do homem que durante décadas governou Portugal e contracena com Soraia Chaves, Ana Padrão e Catarina Wallenstein.

O projecto resulta de uma parceria entre a SIC e a Valentim de Carvalho Filmes (V.C. Filmes), de Manuel da Fonseca.
Uma aposta clara da estação de Carnaxide na ficção, que contou com um orçamento ambicioso: "É a confirmação de que queremos produzir ficção de diversos géneros e criar eventos televisivos", explicou ontem à Imprensa o director de Programação da SIC, Nuno Santos, no visionamento de apresentação da mini-série.
A ideia de explorar a vida privada de Salazar partiu de Manuel da Fonseca: "Do ponto de vista pessoal, vivi muitos anos no regime de Salazar. A figura dele tutelou as nossas vidas e comportamentos durante muitos anos. É fascinante, quer se goste ou não".
Coube a Diogo Morgado o papel de Salazar, que o actor já considera o maior desafio da sua carreira. No elenco constam ainda os nomes de Maria João Pinho, Ana Padrão, Catarina Wallenstein, Soraia Chaves, Filipe Vargas, Cláudia Vieira, entre outros.

As paixões do estadista natural de Santa Comba serão ainda tema de uma longa-metragem, que deverá chega às salas em Abril, numa versão diferente daquela que vai ser exibida em televisão.







Conversa de Sapo Fama com Diogo Morgado
























Como se preparou para o papel?
Li cartas que foram redigidas pelas mulheres que passaram na vida de Salazar e toda a pesquisa que foi feita pela produtora. Fiz ainda alguma preparação física, porque não sabia como era representar um homem de 60 anos. Com a ajuda das câmaras, fui visualizando o efeito.

Qual foi a primeira coisa que lhe veio à cabeça quando lhe foi proposto este papel?
Uma estranheza muito grande. Até porque não sabia que parte da vida de Salazar iam focar. A imagem que eu tinha de Salazar era do velhinho e não percebia como é que eu ia interpretá-lo. Depois de ler o guião, percebi o porquê de escolherem alguém da minha idade. Senti uma grande responsabilidade e não queria falhar.


Este trabalho mudou alguma coisa na sua opinião sobre o Salazar?
Mudou sobretudo o conhecimento. Em relação ao que sei hoje, posso dizer que era um ignorante.


Ele era sedutor?
Ele era um homem, tinha necessidades sexuais, de carinho e de afecto. Por mais que quisesse passar a imagem de estar casado com a Nação, era um homem. E, acima de tudo, era muito solitário.


Durante as filmagens, quanto tempo passava na caracterização?
Dependendo da idade que fosse representar, podia passar duas horas e meia ou até três. Era um processo complicado. Tinham de esticar a minha pele e pôr um látex que, depois de seco, enruga.


Há uma imagem em que Salazar, já muito velho, aparece despido. É o Diogo?
Era impossível, de repente, um corpo de 20 passar para um de 60...


Foi a personagem mais difícil de interpretar na sua carreira?
Sim, não só por ser Salazar, mas também por ser uma pessoa que toda a gente conhece e de que toda a gente tem uma opinião. Não só as pessoas que viveram naquela época e foram afectadas negativamente pelo Estado Novo e pela Pide, mas também quem lê sobre ele. Na escola ouvimos falar de Salazar e criamos uma pré-ideia daquela figura.


Tem medo da reacção do público?
Estou esperançado em que as pessoas gostem. Era bom que também tivesse uma vertente pedagógica. Para muito jovens talvez não seja a melhor maneira de aprender, mas pode suscitar curiosidade para quererem estudar esta figura incontornável da nossa história.


Joana de Sousa Costa (texto)
Bruno Raposo (fotos)

Fonte: http://fama.sapo.pt/index.php?option=com_content&task=view&id=3241&Itemid=12

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

"When you can live forever, what do you live for?" "Would you die for love?"

And my answer is ...

If I could live forever i would live and/or die for love!


Ontem à noite acabei de ler o “Crepúsculo”!

O livro está realmente muito bem escrito… tem um humor inteligente, uma história encantadora, e com acção que nos faz apertar o coração!

Todo o esforço e dedicação, carinho e coragem, dos dois personagens principais, emociona.


O único problema é o Edward ser vampiro ou será a Bella ser humana!? O que importa? Nada pode travar o amor!

Não sei porquê mas quando acabei de ler o livro apeteceu-me chorar! lol
A emoção da história lida? A tristeza de ter acabado de ler uma grande história de amor? Não sei … sinceramente não sei!

Mas só me apetecia saber mais e mais…. Como acabaria a história de Bella e Edward?!

Eu realmente sou muito curiosa quando gosto das histórias mas, como diz o ditado, “a curiosidade matou o gato”, neste caso matou a magia da história pois, pus-me a ler os resumos dos livros seguintes que se encontram na net! Dahhhhhhhhhhh estou mesmo chateada comigo própria!

Agora que já sei em linhas gerais o que vai acontecer, tirou-me a vontade de ler o resto da saga de imediato mas, com o tempo essa vontade de os ler vai voltar de certeza pois, quero saber todos os pormenores desta história fascinante!

Só posso dizer que o livro é muito bom e recomenda-se mas … ATENÇÃO!!! … é altamente viciante! :)

Fiquei também a saber segundo fontes da web que o 5º livro da saga - Midnight Sun -ainda não saiu mas, encontram-se à disposição na Internet os primeiros 12 capítulos. Isto porque alguma alminha de má índole e consciência nenhuma, roubou, e colocou à disposição de todos, o rascunho do livro escrito pela autora antes mesmo da sua finalização, e da sua edição. O que fez com que a autora decidisse esperar para saber o que vai fazer!

Isto leva-nos a pensar em actos de pirataria e mesmo crime! Roubar o trabalho de uma pessoa é de uma profunda estupidez e desonestidade! O livro nem estava completo, ainda era um rascunho cheio de erros … qual seria o propósito dessa pessoa? Ganhar dinheiro? Saber o resto da historia antes de toda a gente? Sinceramente não sei….

Eu considero a net um “amigo virtual” que tal como um amigo da vida real, nos empresta um cd ou um livro, que nós não podemos ter no momento, para desfrute próprio e privado! Tal como por exemplo uma biblioteca que nos permite consultar livros, e às vezes músicas, sem beneficio monetário para os autores das obras! Agora fazer cópias ilegais muitas vezes com muito má qualidade, e ganhar dinheiro com isso …. Isso sim eu acho desonesto, e é isso que eu considero pirataria!

Bem ... resumindo e concluindo ... twilight /crepúsculo, vai integrar a lista dos meus livros favoritos!

Boa semana para todos!